POLÍCIA FEDERAL MANDA RECADO AO MINISTRO

Igor Romário leu uma nota sobre o cuidado com o sigilo da Operação Omertà. Ele diz que “somente as pessoas responsáveis diretamente pela investigação possuem informações sobre seu conteúdo” e que “as datas de deflagração das operações são acompanhadas apenas pela coordenação”.

“O Ministério da Justiça não é avisado. No entanto, é sugerido ao titular que não se ausente de Brasília.”

Alexandre de Moraes quis aparecer e falou o que não devia.

Faça o primeiro comentário