ACESSE

Polícia Federal pede mais 30 dias para concluir investigação sobre Bolsonaro

Telegram

A delegada Christiane Correa Machado, chefe do Serviço de Inquéritos da Diretoria de Investigação e Combate ao Crime Organizado, pediu a Celso de Mello mais 30 dias para concluir o inquérito sobre a interferência de Jair Bolsonaro na Polícia Federal.

O ministro pediu um parecer de Augusto Aras, autor do pedido de investigação, para tomar a decisão.

A investigação foi aberta no dia 27 de abril, três dias após o pronunciamento em que Sergio Moro anunciou a demissão e acusou Bolsonaro de interferir politicamente na PF.

Leia também: EXCLUSIVO: MORO ATACA

Comentários

  • Gilberto -

    Pode pedir mais 10 anos e nada vai concluir. Moro falou que houve tentativa sempre barrada, portanto nunca se concretizou a pretensa interferência.

  • Orlando -

    Tudo isso tem um claro objetivo: retardar o andamento do inquérito até o dia 1º/11, quando o Celso de Melo se aposentará. Mas o decano não é bobo: já pressentiu a jogada.

  • DAISY -

    Parece óbvio que o próprio PGR não tem nenhum interesse em dar parecer logo, porque - pela atitude de ontem, tentando poupar a turma de Bolsonaro, ele fez aquilo que Sergio Moro se negou a fazer.

Ler 30 comentários