Polícia impede rave “Epidemia Trance” no interior de SP

Agentes da Guarda Civil Metropolitana e da PM impediram no sábado a realização de uma rave em Ribeirão Preto.

O evento, chamado “Epidemia Trance”, estava programado para terminar neste domingo.

Em entrevista ao G1, o promotor de Justiça Wanderley Trindade classificou como “deboche” o nome da festa:

É deboche. A primeira que nós impedimos era o ‘Corona Trance’. Mas isso é bom, porque agrava a pena, porque a pessoa está querendo confrontar os órgãos de fiscalização, um total desrespeito.”

Leia mais: Crusoé revela com exclusividade como o diretor-geral da ABIN, Alexandre Ramagem, enviava por WhatsApp para Flavio Bolsonaro os relatórios produzidos clandestinamente para orientar sua defesa no caso da rachadinha.
Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO