Polícia prende ex-número dois da Saúde de Ibaneis de novo

O Ministério Público do DF deflagrou hoje mais uma fase da Operação Falso Negativo, que investiga desvios em contratos na área da saúde no governo do DF. Foram presos o ex-subsecretário de Vigilância à Saúde do governo Ibaneis, Eduardo Hage Carmo, e o ex-diretor de Aquisições Especiais da Secretaria de Saúde do DF, Emmanuel de Oliveira Carneiro.

Ambos foram denunciados por organização criminosa, fraude e peculato relacionados ao superfaturamento na compra de testes para a Covid-19.

As acusações foram feitas ainda na fase anterior da operação, que teve como alvo a cúpula da Saúde do Distrito Federal e prendeu o então chefe da pasta Francisco Araújo. O MP do DF acusa Araújo de estar “no comando e controle” do esquema para fraudar duas dispensas de licitação para compra de insumos para o combate ao novo coronavírus.

Eduardo Hage Carmo já havia sido preso em agosto, na segunda fase da Falso Negativo, mas foi solto por ordem do ministro Rogério Schieti, do STJ.

Leia mais: OS ENCONTROS SECRETOS DE BOLSONARO COM O 'ANJO'
Mais notícias
Comentários
Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler comentários
TOPO