ACESSE

Polícia do Senado exonera 'delator' das varreduras

Telegram

Paulo Igor Bosco Silva, o ‘delator’ do esquema de varreduras da polícia do Senado, foi exonerado “por supostamente descumprir os deveres de servidor público e transgredir proibições inerentes à função”.

Em outubro de 2016, ele revelou que policiais legislativos cumpriam missões secretas para detectar grampos em locais determinados por senadores.

“Fui injustiçado. O processo administrativo foi uma retaliação às minhas denúncias, que, como todos sabem, na época desencadearam uma operação da Polícia Federal que comprovou a caça aos grampos no Senado”, disse Paulo Igor ao site Metrópoles.

Comentários

  • Luiz -

    Pra quem não sabe, o site jornalístico citado (Metropolis) é do ex-senador e atual detentor da Papuda Luiz Estevão...

  • Brasil, -

    Tudo invertido nesse buraco chamado BRAZUELA

  • Brazyl -

    A inversão total.

Ler 24 comentários