Policial diz que não encontrou escutas

No recurso que vai apresentar ao Supremo para tentar anular a Operação Mértis, Renan Calheiros vai incluir os depoimentos dos policiais que foram presos pela Polícia Federal.

Everton Taborda, por exemplo, disse à PF que nas varreduras realizadas no Senado e em Brasília não encontrou “nenhum aparelho de escuta nem de captação de sinais”.

A ideia de Renan é demolir o argumento de obstrução de Justiça utilizado pela PF para a operação. Se não foram encontradas escutas, não haveria prova de obstrução.

Os investigadores, por sua vez, alegam que a simples tentativa de localizar escutas da PF é suficiente para sustentar as prisões.