Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Pontes: "É a primeira vez que sou chamado de burro, Guedes deve estar confuso"

O ministro da Ciência e Tecnologia minimizou as declarações do colega e disse que ele deve estar com dificuldade para expressar suas ideias
Pontes: “É a primeira vez que sou chamado de burro, Guedes deve estar confuso”
Foto: Marcelo Casal/Agencia Brasil

O ministro da Ciência e Tecnologia, Marcos Pontes, rebateu nesta quinta-feira (28) as declarações dadas por Paulo Guedes em uma comissão da Câmara ontem. Na ocasião, o ministro disse que o ex-astronauta estava agindo de maneira “burra”.

Pontes tem se queixado do corte de R$ 600 milhões em sua pasta determinado pelo Ministério da Economia. Segundo Guedes, o que houve foi um “remanejamento” de recursos não executados.

À Folha, Pontes disse que nunca havia sido chamado de “burro”.

“Sobre as falas do PG [Guedes], não tem muito o que comentar. A parte engraçada é que já fui chamado de muita coisa, mas de burro é a primeira vezComo diria meu saudoso professor de Química do ITA, dr. Carl Weis: ‘Isso não me comove…’ (Os iteanos mais antigos vão se lembrar).”

O ministro da Ciência e Tecnologia minimizou as falas do colega e disse que “continua o voo”.

“Lembre-se que astronautas e pilotos de combate são profissionais altamente treinados para trabalhar em equipe, mesmo em situações extremas de vida ou morte. Às vezes, voando em formação, um piloto comete um erro e ‘dá uma asada’ para cima de você. Você desvia, corrige e continua o voo para cumprir a missão da equipe.”

Segundo Pontes, Guedes está “confuso”.

“Ele está em um momento difícil e deve estar meio confuso para expressar suas ideias. Não seria a primeira vez que ele foi mal interpretado em suas falas.”

Como mostramos, Jair Bolsonaro entrou em campo para tentar apaziguar os ânimos entre os ministros.

Mais notícias
TOPO