ACESSE

Por agenda ambiental, Maia une bancadas do meio ambiente e do agronegócio

Telegram

Rodrigo Maia reuniu ontem à noite parlamentares da bancada do agronegócio e da frente do Meio Ambiente para a formulação de uma agenda ambiental.

Entre os participantes do encontro, estava Rodrigo Agostinho (PSB-SP), presidente da comissão do Meio Ambiente, e Zé Silva (Solidariedade-MG), coordenador da Frente Parlamentar da Agropecuária (FPA).

Uma das propostas consensuais é o projeto desmatamento ilegal zero, que seria uma tentativa de recuperar a confiança de investidores estrangeiros.

Por outro lado, há diversos projetos que dividem as bancadas e que serão alvos de articulação intensa. Do lado do agronegócio, o projeto prioritário é o de regularização fundiária –. proposta que surgiu como alternativa à MP da Grilagem, que caducou.

Já os ambientalistas apresentaram uma lista para Maia, no mês passado, com 16 propostas prioritárias. Uma delas, chamada “grilagem zero”, endurece as penas para o crime de apropriação de terra pública.

A reunião de ontem ocorreu após Rodrigo Maia realizar uma videoconferência com investidores nacionais, para tratar sobre a política ambiental do governo e o desmatamento na Amazônia.

Na conversa, o presidente da Câmara se comprometeu a criar uma agenda ambiental para este semestre, argumentando que o combate ao desmatamento, na ponta, é feito pelo Executivo, mas que é possível modernizar a legislação para reconquistar a confiança do mercado internacional.

Leia mais: Exclusivo: a casa secreta de Brasília

Comentários

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 22 comentários