ACESSE

Por enquanto, não houve 'explosão do desemprego' no Brasil

Telegram

Em coletiva, o secretário-executivo do Ministério da Economia, Marcelo Guaranys, disse que não houve “explosão do desemprego” no país neste início da crise do novo coronavírus.

Na primeira quinzena de abril, foram registrados 267.693 pedidos de seguro-desemprego, número 13,8% menor do que o verificado no mesmo período do ano passado (310.509).

Os dados são da Secretaria Especial de Previdência e Trabalho do Ministério da Economia.

Para Guaranys, os pedidos estão em um nível estável, o que, na avaliação do governo, mostra que as medidas adotadas até aqui estão sendo eficientes.

São Paulo registrou o maior número de pedidos (77.121), seguido por Minas Gerais (33.001) e Rio de Janeiro (20.661).

Leia também: MORO FORA DO GOVERNO: NÃO ERA FOFOCA; É JORNALISMO

Comentários

  • MARCO -

    Concordo que os números são maiores que os apresentados só não esqueçam que foram os incompetentes dos governadores com isolamentos mal feitos.

  • RENATO -

    O próximo Congresso do Movimento Conservador terá uma palestra de Kassab?

  • João -

    Aham! Senhores “ministros militares”, desçam já deste barco em chamas ou incinerarão vossas biografias e desonrarão as Forças Armadas do Brasil.

Ler 37 comentários