Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

'Por enquanto', Renan se opõe a que CPI ouça filhos de Bolsonaro

Por enquanto, Renan se opõe a que CPI ouça filhos de Bolsonaro
Foto: Jefferson Rudy/Agência Senado

Na videoconferência de que participou neste sábado (8), Renan Calheiros disse que os filhos de Jair Bolsonaro, “por enquanto”, não devem ser ouvidos pela CPI da Covid.

“Acho que nós não devemos por enquanto convocar, para evitar aquilo que eles tentam demonstrar todos os dias —que nós queremos desgastar a família e que há uma pessoalização da própria investigação”, alegou o relator da CPI ao responder se Carlos Bolsonaro deveria prestar depoimento.

Na última quarta-feira (5), O Antagonista antecipou que Carluxo só deve ser chamado em uma segunda fase das investigações da CPI.

O senador alagoano defendeu, no entanto, a convocação de Anderson Torres. Em entrevista à Veja, o ministro da Justiça afirmou que solicitaria informações de investigações sobre desvios de verbas no combate à pandemia do coronavírus em estados e prefeituras.

“O ministro da Justiça nos vamos chamar. A entrevista (…) devia ser algo impublicável. Admitir-se utilizar a Polícia Federal como polícia política não pode acontecer. O ministro da Justiça não deveria ousar tanto. Por isso, é muito importante a sua convocação”, declarou Renan.

Leia mais: Assine a Crusoé, a publicação que fiscaliza TODOS os poderes da República.
Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO