Por mensagens, pediatra questionou Monique sobre morte de Henry

Por mensagens, pediatra questionou Monique sobre morte de Henry
Foto: Reprodução/Record Tv

Monique Medeiros, mãe de Henry, conversou com uma prima pediatra dois dias depois da morte do menino.

A conversa entre a mãe e a médica foi recuperada pela Polícia Civil do Rio de Janeiro no celular de Monique e inserida no inquérito. A conversa mostra que a médica procurou a mãe de Henry para tentar entender como o menino morreu.

Nas mensagens, a pediatra, identificada apenas como Renata, diz que “queria saber pois ele era tão bem cuidado. Eu não consigo imaginar o que pode ter acontecido.” A troca de mensagens teria ocorrido em dois momentos, em 10 de março (dois dias depois da morte de Henry) e no dia 16 do mesmo mês.

A médica afirma ainda que gostaria de saber o conteúdo do laudo complementar da necropsia feito no corpo de Henry. Monique responde: “Estou até agora sem entender por que isso foi acontecer com meu menino”.

Leia um trecho das mensagens apreendidas pela polícia:

10/03/2021

18:59 – Renata: Saiu o novo laudo?

 19:00 – Monique: Prima, Jairinho disse que saiu um bem detalhado que foi direto pra delegacia. Não sabemos o que está escrito

 19:00 – Renata: Vc não viu?

19:01 – Monique: Não. Ninguém viu

19:01 – Renata: Queria saber pois ele era tão bem cuidado

Eu não consigo imaginar o que pode ter acontecido

19:02 – Monique: Estou até agora sem entender por que isso foi acontecer com meu menino

16/03/2021

10:06 – Monique: Prima, me ajuda a entender

Consegui agora

Ele chegou morto prima?

10:20 – Renata: Sim. Foi feito de tudo é não voltou em nenhum momento

22:32 – Renata: O advogado já teve acesso ao laudo?

22:37 –Monique: Já teve

22:37 – Renata: E chegou a que conclusão? Foi hemorragia mesmo?

22:55 – Monique: Foi sim

22: 57 – Renata: Quando você puder e se puder me manda a foto pois eu gostaria de entender também o que aconteceu já que eu acompanhava ele é sei que era saudável

Leia mais: Assine a Crusoé e apoie a o jornalismo independente.
Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO