Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Por ora, CPI só deve aprovar quebra de sigilo de Wajngarten

Senadores do colegiado argumentam que a comissão deve ser cautelosa, para evitar que as decisões sejam derrubadas pelo STF
Por ora, CPI só deve aprovar quebra de sigilo de Wajngarten
Foto: Edilson Rodrigues/Agência Senado

A CPI da Covid acumula pedidos de quebra de sigilos de 14 pessoas físicas e cinco empresas. A maioria, porém, não deve ser aprovada agora. A exceção é a quebra dos sigilos do ex-secretário de Comunicação Fabio Wajngarten, informa Ana Viriato na Crusoé.

Os parlamentares argumentam que a comissão deve ser cautelosa, neste momento, para evitar que as decisões sejam derrubadas pelo STF. “Se aprovarmos as medidas e não encontrarmos nada, a CPI cai em descrédito”, disse um senador do colegiado, sob anonimato.

Com isso, pelo menos por enquanto, Carlos Bolsonaro e o assessor internacional Filipe Martins devem ser poupados.

LEIA AQUI a reportagem; assine a Crusoé e apoie o jornalismo independente.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO