Por pressão em Cunha, manifestantes se algemam

Oito manifestantes se algemaram a uma pilastra no Congresso com a promessa de só sair de lá após o acolhimento do pedido de impeachment de Dilma por parte de Eduardo Cunha. Ou “até aguentarem fisicamente”, segundo próprio site da Câmara. Os militantes pertencem à Aliança Nacional dos Movimentos Democráticos, que representa 42 grupos defensores da queda de Dilma.

Como Cunha não tem pressa, eles devem sair de lá ainda com Dilma na presidência. Mas valeu a tentativa.

Quando eles saírem, Dilma ainda será presidente…