Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Por unanimidade, 1ª Turma do STF nega habeas corpus a Arruda

Ex-governador do DF, casado com a ministra Flávia Arruda, foi condenado em 2017 por falsidade ideológica; suspenso em maio, julgamento foi retomado hoje
Por unanimidade, 1ª Turma do STF nega habeas corpus a Arruda
Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

Por unanimidade, a Primeira Turma do STF decidiu, nesta terça-feira (3), negar habeas corpus ao ex-governador do Distrito Federal José Roberto Arruda, condenado em 2017 por falsidade ideológica, registra o Valor.

O colegiado já havia formado maioria em maio, com votos de Luís Roberto Barroso, Rosa Weber e Alexandre de Moraes, que acompanharam o então relator, Marco Aurélio Mello. Com a retomada do julgamento, Dias Toffoli, que pediu vista na ocasião, seguiu os demais.

Arruda foi denunciado depois de aparecer em um vídeo recebendo dinheiro do seu ex-secretário Durval Barbosa. De acordo com a acusação do MP —baseada na delação de Barbosa no âmbito da Operação Caixa de Pandora—, o ex-governador do DF falsificou recibos para tentar dar aparência de legalidade aos valores recebidos.

Arruda é casado com a ministra-chefe da Secretaria de Governo de Jair Bolsonaro, Flávia Arruda, e ambos são filiados ao PL, de Valdemar Costa Neto.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO