Porta de cadeia

Fábio Porchat, do Porta dos Fundos, foi contratado para animar a festa de aniversário de um dos maiores escritórios de advocacia do Brasil, Demarest Almeida.

A festa custou 200 mil reais. Bancados com a Lei Rouanet, segundo a PF.

Diz a Época:

“Uma auditoria da Receita Federal comprovou que o escritório deduziu do Imposto de Renda a quantia empenhada no projeto. Nesta terça-feira, policiais federais estiveram na sede do Demarest em São Paulo para cumprir mandado de busca e apreensão”.

 

Faça o primeiro comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.

1200