Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

'Para que semipresidencialismo se o presidente já não manda nada?', ironiza Marcelo Ramos

Após o anúncio de que Bolsonaro deve abrigar Ciro Nogueira em um ministério, o vice-presidente da Câmara afirmou que o governo foi terceirizado
Para que semipresidencialismo se o presidente já não manda nada?, ironiza Marcelo Ramos
Foto: Adriano Machado/Crusoé

O vice-presidente da Câmara, Marcelo Ramos, comentou nesta quarta-feira (21) a mudança que o governo de Jair Bolsonaro pretende fazer nos ministérios para abrigar o cacique do Centrão Ciro Nogueira.

Mais cedo, o presidente afirmou que a “reforma” deve ocorrer na segunda-feira. Ciro vai substituir Luiz Ramos na Casa Civil, que por sua vez será deslocado para o posto de Onyx, na Secretaria-Geral da Presidência. Para abrigar Onyx, Bolsonaro vai recriar o Ministério do Trabalho.

No Twitter, Marcelo Ramos afirmou que o presidente está terceirizando o governo. O deputado aproveitou para criticar a proposta defendida por Arthur Lira de implementar um sistema semipresidencialista no Brasil. Ramos afirmou que Bolsonaro já não manda nada.

Orçamento terceirizado. Cargos terceirizados. Governo terceirizado. Pra que semipresidencialismo se o presidente já não manda nada?”

Marcelo Ramos passou a ser atacado por Jair Bolsonaro depois que presidiu a sessão do Congresso que aprovou a Lei de Diretrizes Orçamentárias com um aumento no fundão eleitoral. Segundo o presidente, o deputado “atropelou a votação”.

Em entrevista ao Papo Antagonista, Ramos rebateu as críticas de Bolsonaro e afirmou que foram os bolsonaristas que votaram a favor do texto. O deputado sinalizou que pode determinar a abertura de um processo de impeachment de Bolsonaro caso assuma a Presidência da Câmara temporariamente.

Mais notícias
TOPO