Advogado de Queiroz diz que prazo de quebra de sigilo é "descalabro"

O advogado de Fabrício Queiroz, Paulo Klein, considera um “descalabro” que a quebra de sigilos do cliente e de outras 94 pessoas pela Justiça do Rio de Janeiro, inclusive as do senador Flávio Bolsonaro, seja para períodos iguais ou maiores de dez anos, diz a Crusoé.

Leia a nota completa aqui.

Como foi articulada a primeira grande derrota de Sergio Moro em Brasília. LEIA AQUI
Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO