Precatórios não sacados para cobrir rombo do orçamento

O governo colocou para andar os procedimentos necessários para resgatar os precatórios não sacados, relativos a processos com mais de dois anos sem movimentação. A informação é da Folha.

Um levantamento do Conselho da Justiça Federal mostra que existem quase 500 mil contas não sacadas, que somam mais de R$ 8,6 milhões depositados.

A Procuradoria-Geral da União e a Procuradoria-Geral Federal vão requerer na Justiça a notificação dos credores ou a extinção dos processos de pagamento de precatórios que estão sem movimentação há mais de dois anos.

Faça o primeiro comentário