Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Precisa nega ser autora de documento suspeito

A representante brasileira é acusada pela Bharat Biotech de ter enviado à CPI da Covid documentos falsos em nome da empresa indiana
Precisa nega ser autora de documento suspeito
Divulgação/Bharat Biotech

Em petição enviada à CPI da Covid, a Precisa Medicamentos negou ser a autora de um documento entregue ao Ministério da Saúde com o nome da Bharat Biotech, e atribuiu a elaboração do texto à Envixia Pharmaceuticals, outra empresa parceira do laboratório indiano.

Na mira da CPI, a representante brasileira é acusada pela Bharat de ter enviado ao Senado documentos falsos em nome da empresa indiana.

Tal documento não buscava regularizar a representação da Bharat, mas tão somente traduzir um documento válido, emitido pela Bharat em outubro de 2020, com validade até abril de 2021, que expressamente dava poderes à Precisa para representar a companhia indiana no Brasil”, diz trecho da petição da Precisa.

Esse documento foi enviado à Precisa pela empresa Envixia, parceira da Bharat, que também assina o memorando de entendimento.”

Como mostramos, a Bharat Biotech diz ter sido “informada recentemente” de duas cartas que estão “circulando online”, supostamente de autoria de executivos da empresa. 

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO