Prefeito preso na Operação Prato Feito se livra de impeachment

Quem entra no Facebook do prefeito de Mauá, Átila Jacomussi, encontra a publicação de que o município oferece uma das cinco melhores merendas do estado de São Paulo.

Átila, no entanto, foi preso depois de a PF encontrar em sua casa R$ 87 mil durante buscas da Operação Prato Feito, que investiga a suspeita de desvios na compra de merenda escolar.

Segundo a Folha, no dia 15 de maio, a Câmara de Mauá votou o impeachment contra o prefeito, mas os vereadores rejeitaram o pedido por 22 votos a 1.

Comentários

  • Flávia -

    Se i prefeito cai os vereadores perdem seus esquemas... Ao menos momemomentaneame e tempo é dinheiro.... Roubado. Dá trabalho remontar todo o mecanismo.

  • Marci -

    Tem que investigar esses 22viu!!!!!!!!! Certo que deve ser uma quadrilha. Ali Prefeito e os 22 ladrões.

  • Ricardo -

    Você imagina isso em 5 mil e tantas prefeituras, recebendo dinheiro dos nossos impostos para manter merenda de colégio, remédios necessários, postos de saúde, polícia municipal... é o capitalismo do "saco sem fundo" dos esquerdistas que adoram estado grande.

Ler 17 comentários