ACESSE

Prefeito que disse “morra quem morrer” é cassado

Telegram

A Justiça de Itabuna, na Bahia, determinou a extinção do mandato do prefeito Fernando Gomes (PTC) e a suspensão de seus direitos políticos por três anos a partir de novembro de 2019.

O prefeito foi condenado por improbidade administrativa após a prefeitura contratar dois servidores sem concurso nem seleção pública.

No começo de julho, Fernando Gomes causou polêmica ao dizer que autorizaria a reabertura do comércio do município baiano em meio à pandemia “morra quem morrer”.

Leia mais: Sócios no desastre: a responsabilidade dos governadores na pandemia. Clique aqui para ler mais

Comentários

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 22 comentários