ACESSE

Prefeitura de SP permite que bares coloquem mesas em calçadas

Telegram

Bruno Covas anunciou há pouco que a Prefeitura de São Paulo tem um projeto piloto para permitir o uso de mesas de bares e restaurantes em calçadas e áreas de estacionamento das ruas.

Em coletiva, o prefeito afirmou que o projeto abrange 32 estabelecimentos em quatro ruas da capital paulista. A ideia é ampliar a capacidade de bares e restaurantes, que hoje não pode ultrapassar 40%.

“Vamos autorizar o uso dos passeios públicos e das áreas destinadas a estacionamentos, para que esses estabelecimentos possam construir espaços para aproveitamento desses locais e colocar as mesas, definidos quais são os estabelecimentos responsáveis por aqueles espaços.”

Segundo Covas, a medida poderá ser expandida para toda a capital se for bem-sucedida. Ou seja,  se o espaço público for indevidamente privatizado como quer o prefeito. Antes da pandemia, São Paulo já tinha virado uma bagunça por causa de bares e restaurantes que se apropriam das ruas e se acham no direito de acabar com o sossego dos moradores e atrapalhar os pedestres. Agora se tem a notícia de que tudo pode piorar, porque, obviamente, a ocupação das ruas continuará depois da pandemia.

O prefeito também comemorou a decisão do governo do estado de SP de liberar o funcionamento de bares e restaurantes até as 22 horas.

“A Vigilância Sanitária nunca viu aqui no município qualquer tipo de problema em abertura de bares e restaurantes até as 22h. O protocolo assinado com a prefeitura não vai precisar ser refeito porque já previa o atendimento até 22h. Fico feliz que agora o centro de contingência vê da mesma forma para todo o estado de São Paulo.”

Leia mais: O erro dos governadores na pandemia. Clique aqui para ler mais

Comentários

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 6 comentários