Prenda-se Renato Duque agora

Finalmente uma autoridade se manifestou sobre a liberdade de Renato Duque, o homem de José Dirceu na Petrobras. Rodrigo Janot, procurador-geral da República, enviou um parecer ao STF dizendo que Duque pode fugir e, portanto, deve voltar a ser preso.
No parecer, Janot ressalta que o homem de José Dirceu na Petrobras “possui inúmeras possibilidades de se evadir por inúmeros meios e sem mínimo controle seguro, especialmente se consideradas as continentais e incontroladas fronteiras brasileiras”.
O ministro Teori Zavascki, do STF, foi quem mandou soltar Renato Duque quando ele foi preso juntamente com o resto da quadrilha. Decisão inesquecível, mas corrigível a tempo.