Prendam o pecuarista

José Carlos Bumlai, o operador de Lula, reuniu-se sete vezes com Marcelo Odebrecht, o empregador de Lula.

Os encontros, informa O Globo, “foram mapeados pela PF na agenda do celular de Marcelo Odebrecht”, e ocorreram entre 2010 e 2013.

O agendamento das reuniões com o “pecuarista” José Carlos Bumlai, segundo a PF, não segue o padrão de outros compromissos marcados na agenda pessoal de Marcelo Odebrecht.

Marcelo Odebrecht orientou Alexandrino Alencar a “não deixar o pecuarista solto” em sua viagem com Lula, para a Guiné.

O Antagonista concorda: não deixe o pecuarista solto, PF.

Faça o primeiro comentário