Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Líder da bancada evangélica promete apoio a Bolsonaro em 2022: "A igreja tem orado"

Líder da bancada evangélica promete apoio a Bolsonaro em 2022: “A igreja tem orado”
Foto: Alan Santos/PR

Os evangélicos prometem fidelidade a Jair Bolsonaro até 2022.

O deputado federal Cezinha da Madureira (PSD), presidente da Frente Parlamentar Evangélica, disse a O Antagonista que o presidente da República “tem o nosso apoio”.

“O presidente Bolsonaro hoje tem o nosso apoio. A igreja tem orado pelo presidente e tudo o que pudermos fazer para apoiá-lo em suas decisões, nós iremos fazer. O Brasil vai melhorar.”

Cezinha, que é da Assembleia de Deus, acrescentou:

“Nunca tivemos um governo que começa e termina o dia falando em Deus. É um pouco difícil falar qualquer coisa contra esse governo.”

Perguntamos se a volta de Lula à cena política não pode mudar o cenário até as eleições presidenciais do ano que vem.

“O Lula já começou declarando que é contra evangélico, que é contra a igreja”, respondeu o deputado. Na verdade, o que Lula disse na semana passada, durante discurso, foi o seguinte: O papel das igrejas é orientar as pessoas, não é vender grão de feijão ou fazer culto cheio de gente sem máscara.

Sobre possíveis dissidências entre evangélicos, Cezinha recorreu a este discurso:

Nem Jesus teve unanimidade. Não seria o Bolsonaro que teria. Se alguém tiver unanimidade hoje, está meio errado isso aí.”

Como noticiamos mais cedoBolsonaro tem em sua agenda de hoje no Palácio do Planalto um encontro com Silas MalafaiaEstevam Hernandes (Renascer em Cristo), Abner Ferreira (Assembleia de Deus), entre outros pastores evangélicos. Ontem, o presidente foi à missa no Mosteiro de São Bento, em Brasília.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO