Presidente da CCJ estima 30 dias de trabalho

Rodrigo Pacheco, presidente da CCJ, estimou a O Antagonista que a análise da denúncia da PGR contra Michel Temer pelo colegiado vai durar em torno de 30 dias.

“É difícil prever com exatidão esse prazo, mas não será muito diferente disso.”

O deputado enfatizou que agirá com “independência”. E explicou: “Agir com independência é quando um deputado não tem obrigação com um lado nem com outro. Os critérios jurídicos vão se sobrepor aos critérios políticos”.

Pacheco afirmou que não foi procurado por ninguém do Palácio do Planalto: “Não estou sentindo nenhuma pressão”.

Faça o primeiro comentário