Presidente da CNI ataca ideia de ‘superministério’ da Economia

Robson Braga Andrade, presidente da CNI e um dos empresários com maior acesso ao poder (Fernando Pimentel que o diga), disse ao Valor que a vitória de Jair Bolsonaro está “praticamente consolidada”.

Em uma longa entrevista, Andrade afirmou ser taxativamente contrário à incorporação do MDIC (Indústria e Comércio Exterior) pela Fazenda e à fusão da Agricultura com o Meio Ambiente, como propõe o candidato do PSL, que quer, por exemplo, fazer de Paulo Guedes um “superministro” da Economia.

“Quem vai defender as políticas industriais? A mesma pessoa que está pensando em aumento de imposto ou de receita? Se for assim, criem logo um ministério só para tudo!”

O manda-chuva da CNI acrescentou que “mão precisamos de um czar na economia”.

Atentado a Bolsonaro: saiba com exclusividade o que a PF está investigando AQUI

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem;
Tempo de publicação: 4 minutos

200

  1. Este Robson além de dar uma de babaca deve ser petista. Só um imbecil pode dar atenção à isso. Sabe mto bem que campanha é campanha. O cara nem eleito foi ainda e os caras vem com essa. ou é po

Ler mais 104 comentários
  1. Este Robson além de dar uma de babaca deve ser petista. Só um imbecil pode dar atenção à isso. Sabe mto bem que campanha é campanha. O cara nem eleito foi ainda e os caras vem com essa. ou é po

  2. Bolsonaro está correto. A fusão é melhor. Agora, recomendo a nomeação de Thiago Ramos do IMB, para um ministério destinado a transformar o Nordeste no maior polo industrial da América Latina.

    1. Estavam acostumados a “beijar a mão do Rei” em troca de “facilidades” ! Por isso a corrupção atingiu os níveis vistos na Lava Jato! São esses os responsáveis pela era de domínio petralha!

  3. A explicação é simples, apesar de ser cada vez menos importante para o PID, a indústria é quem mais ganha isenções. Se unir tudo, e a fazenda começar a cortar isso, adeus mamata.

  4. — O tio da CNI não tem zapzap, ainda não sabe que ninguém quer aumentar imposto e querem é tirar o elefante de cima de quem produz. O tio é da época em que o Leviatã é bonzinho distribui riq

    1. desde que nao seja carta branca pra desmatar e foder com a biodiversidade blz, pq o cerrado ta virando uma terra morta por causa dos pastos

  5. Se Guedes for implementar o seu plano liberal na totalidade pequenas e médias indústrias irão fechar por que não tem como competir com as chinesas e isso irá trazer mais desemprego CNI tem razão

  6. Confederações e sindicatos de empregados e patronais, gostam de governo que lhes encham as contas de dinheiro. Gostam de muitos ministérios para indicar seus comparsas. Se a CNI é contra, sou a f

  7. O distinto empresário que trate de encontrar justificativas ao que propõe, e que não sejam só para atender os interesses da classe. Vamos começar a mudar a perspectiva, principalmente da mídia.

  8. Amigo do Pimentel? Baixe a bola cara, você certamente vai ser investigado. Tente ficar na moita e não aparecer muito, pois quanto mais aparece mais chama a atenção para os maus feitos!

  9. Como é? Desde quando Jair Bolsonaro defende aumento de impostos/receitas? E ele vai diminuir os ministérios, e os cargos comissionados, pra menos da metade. É promessa e ponto de honra.

  10. O que esse senhor quer, 40, 50 ministérios? É necessário diminuir a quantidade de ministérios. A argumentação dele é fraquíssima. O governo pretende diminuir custos e impostos.

  11. Grupo de interesse é isso. Vale perguntar: quantos ministérios cabem no Banco do Brasil e, sobretudo, no BNDES? Lembram-se quando sugeriam a Dilma Rousseff desmembrar a pasta da pesca?

    1. A pesca seria tratada por 3 ministérios, o da pesca marinha, o da pesca fluvial e o da pesca lacustre, com destaque para o sururu. O Gabinete excederia os 39 ministérios, algo perigoso!

  12. Esse Coronel Andrade vem perdendo prestígio político nas suas bases. Na FIEMG venceu eleições o seu adversário. Mas precisa abrir a Caixa Preta do Sistema S, eliminar esse ralo da Folha da Paga

  13. A coisa dita tem importância histórica: ” Quem vai defender as políticas industriais?” Ora, senhor, numa democracia são congressistas. Acabou o tempo em que vcs eram executivos e legislativo e j

    1. infelizmente o mundo está ficando protecionista Bolsonaro tem que ouvir os nacionalistas por que se ouvir os liberais só vai conseguir criar emprego na China.

  14. Um superministério é composto por várias secretarias. As discussões e decisões tomadas em conjunto, têm tudo a dar certo. Hoje, cada ministério fala uma linguagem e o País patina.

  15. Petista de Carteirinha. Mamou ate pingar no governo Petista e ainda teve processos aberto contra ele de um tal 1 milhao de reais…… Etc… Corruptos adoram Esquerda e socialismo. SANGUE SUGAS

  16. Não precisa de Ministro , um gestor publico de qualidade , sem status e gastos de Ministro, darão conta do Recado .A CNI deveria estar nesse momento propondo soluções e colaborando .

  17. Seria surpreendente se o presidente de uma organização como a CNI aprovasse ter políticas do atual MDIC passando para as mãos de um liberal como Paulo Guedes. Perderiam suas boquinhas.

  18. Esses pseudo líderes empresariais são um espanto! Falam sempre em políticas industriais. Isso não existe. Essas políticas são apenas eliminação de concorrência. São só proteção de mercado

    1. Negativo. Tentam plantar análises “impactantes”. Na verdade? São tentativas desesperadas do sistema de fazer o capitão quebrar promessas. Não conseguirão.

  19. Quem decide o que vai ser feito é o Presidente da República, assim como todos os resultados, positivos ou negativos, são de sua responsabilidade. Bolsonaro e equipe, saberão o que é melhor para o

    1. Tipo aquela que levantou o Japão depois da segunda guerra ou a da Coréia do Sul, revisada anualmente e que mantém o país no topo. Não envolve dinheiro mas incentivos corretos.