Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Presidente do Equador decreta estado de exceção

Guillermo Lasso diz que medida é para combater onda de criminalidade no país; forças de segurança foram blindadas de ações judiciais
Presidente do Equador decreta estado de exceção
Foto: Facebook de Guillermo Lasso

O presidente do Equador, Guillermo Lasso (foto), declarou estado de exceção por 60 dias em todo o país e blindou as forças de segurança de possíveis ações judiciais pelo desempenho de suas funções, com a criação de um “comitê de defesa jurídica”.

“A medida visa controlar as circunstâncias que surgiram, restabelecer a convivência pacífica e a ordem pública”, diz o decreto, que seria uma reação à onda de crimes, especialmente na cidade costeira de Guayaquil e em áreas vizinhas.

Entre janeiro e agosto, foram registrados 1.427 assassinatos no país, 55 a mais do que em todo o ano de 2020, segundo o Ministério do Interior.

Em sua posse em maio, Lasso discursou contra os “caudilhos” e sua “tentação autoritária”.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO