Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Presidente do instituto do PSDB diz defender 'oposição responsável' a Bolsonaro

O deputado Pedro Cunha Lima refutou a pecha de "bolsonarista" e disse que sua preocupação é para que o partido não se iguale ao PT
Presidente do instituto do PSDB diz defender oposição responsável a Bolsonaro
Foto: Diculgação/PSDB

O deputado Pedro Cunha Lima, que preside o Instituto Teotônio Vilela, disse a O Antagonista que não foi bem compreendido na entrevista que deu, na semana passada, a uma rádio da Paraíba.

Como registramos, ele afirmou, por exemplo: “Não penso que fazer uma oposição sistemática a Bolsonaro, ao modelo que o PT faz, seja o papel que eu deva cumprir”. A declaração foi dada dias depois de o partido decidir, após reunião da executiva nacional, se posicionar como oposição ao governo.

Pedro Cunha Lima disse concordar com o partido.

“Oposição responsável, sim. Apoiando a agenda econômica, apoiando aquilo que concordamos”, acrescentou.

O deputado afirmou que apoiará Eduardo Leite nas prévias do PSDB, marcadas para novembro.

“Participo de um projeto nacional distinto do de Bolsonaro. Mas não vou seguir a linha do PT. Nunca falei em não fazer oposição. Mencionei não fazer oposição a tudo. Para não parecer que o PSDB vai, por exemplo, sabotar reformas que são importantes.”

Pedro Cunha Lima refutou a pecha de “bolsonarista” e disse que, do lado dos apoiadores do presidente, é considerado “comunista” pelas discordâncias que tem com o governo.

Mais notícias
TOPO