ACESSE

Presidente do STJ se declara impedido de julgar caso em que filha atua como advogada

Telegram

O presidente do STJ, João Otávio de Noronha, declarou-se impedido para julgar os processos referentes à Operação Mercadores do Caos, que investiga fraude na compra de equipamentos para o combate à pandemia no Rio de Janeiro.

Sua filha, a advogada Anna Carolina Noronha Borelli, atua no caso e impetrou habeas corpus em favor de Cinthya Silva Neumann, investigada na operação.

Caberá à  vice-presidente do STJ, Maria Thereza de Assis Moura, as decisões urgentes relacionadas ao caso.

Leia mais: Exclusivo: a casa secreta de Brasília

Comentários

  • Mauro -

    este já ´passou da hora de ser exonerado do cargo

  • Jose -

    Neste caso e só neste caso parabéns ao Noronha em declarar-se impedido pois o seu Gilmar Mendes não tá nem aí libertou várias vezes o pai da filha em que ele foi padrinho de casamento.

  • Claudete -

    Rrrss ñ tem muita importância..por isso se declarou

Ler 64 comentários