Preso da Operação Registro Espúrio candidatou-se em 2014 pelo PSB

Daniel Vesely, um dos presos da Operação Registro Espúrio, candidatou-se a deputado federal pelo PSB do Rio Grande do Sul em 2014: recebeu 8.669 votos e não foi eleito.

Daniel, como registramos mais cedo, foi citado por O Antagonista em denúncia sobre a empresa RSX na Embratur.

Professor de Orçamento Público no Programa de Pós-graduação da Câmara dos Deputados, ele iniciou a carreira política como assessor do ex-ministro da Agricultura Mendes Ribeiro Filho, que morreu em 2015, vítima de câncer.

Em seguida, passou por alguns gabinetes da Câmara, antes de parar no de Jones Martins (MDB), suplente de Osmar Terra. Ali surgiu a indicação para ocupar um cargo da Embratur.

Em sua declaração de bens à Justiça Eleitoral em 2014, quando perdeu as eleições, Daniel registrou duas carros de luxo: um Porsche (avaliado em 310 mil reais) e um Audi TT (avaliado em 130 mil reais).

Temas relacionados:

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem;
Tempo de publicação: 4 minutos

200

  1. Brasileiro farto disse:

    Impressionante. O barnabé parece só ter ocupado cargos de barnabé, mas com seus vencimentos conseguiu comprar um Porsche!

Ler comentários
  1. Erigilson Gonçalves disse:

    Um bom patrimônio declarado só em automóveis, imaginem. Não sou eu que tenho que me meter nisso.

  2. Fábio54 disse:

    Tudo dentro da normalidade política.

  3. Esclarece eu, moço! disse:

    Os socialistas adoram um luxo. Eles querem ter todas as coisas que um indivíduo que vive num pais socialista jamais poderá comprar. Incrível! Será sadismo socialista? Será a vontade de despertar inveja no pobre e mais sentimento de menos valia. Agora "fiquei confusa".....