Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Preso, homem assume participação em incêndio da estátua de Borba Gato

No Instagram, o entregador Paulo Galo confessou ter ido ao ato do último fim de semana em São Paulo
Preso, homem assume participação em incêndio da estátua de Borba Gato
Foto: Reprodução

A Polícia Civil de São Paulo prendeu hoje o entregador Paulo Roberto da Silva Lima, conhecido como Paulo Galo, um dos suspeitos de incendiar a estátua de Borba Gato, no último fim de semana.

A prisão foi confirmada na página de Paulo Galo no Instagram. Em nota à imprensa, o fundador do Movimento dos Entregadores Antifascistas confirmou ter participado do ato.

“Para aqueles que dizem que a gente precisa ir por meios democráticos, o objetivo do ato foi abrir o debate. Agora, as pessoas decidem se elas querem uma estátua de 13 metros de altura de um genocida“, diz um trecho do comunicado.

O entregador também afirmou que a mulher dele, Géssica de Paula Silva Barbosa, foi detida injustamente.

“Gessica sequer estava presente ao ato político do dia 24/07 e tem uma filha de 3 anos de idade com Paulo, também detido nesta data.”

Segundo Paulo, outro jovem se apresentou à polícia e assumiu também ter participado do ato: Danilo de Oliveira.

Foto: Reprodução/Instagram

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO