Preso, Pezão também pode sofrer impeachment

Por determinação da Justiça, a mesa diretora da Alerj autorizou hoje abertura de processo de impeachment contra Luiz Fernando Pezão, informa a Folha.

O pedido havia sido feito pelo PSOL em fevereiro de 2017 e questionava atrasos nos pagamentos de salários dos servidores e o descumprimento do investimento mínimo em saúde.

Foi arquivado três meses depois, junto com outros sete pedidos de impeachment do governador do Rio, pelo presidente da Assembleia, Jorge Picciani –aliado de Pezão e preso em novembro do ano passado.

O governador está na cadeia desde o dia 29. Ele é acusado de manter o esquema de corrupção comandado por seu antecessor no cargo, Sérgio Cabral.

 

O inimigo número 1 de Sergio Moro. Leia AQUI

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem;
Tempo de publicação: 4 minutos

200

  1. John_Galt disse:

    O impeachment não tira direitos que ex-governador tem??

Ler comentários
  1. sandy disse:

    o que adianta impeachment faltando 1 mês? kkk até arquivaram o impeachment do Temer pq já tá acabando o mandato dele msm

  2. Heloisa disse:

    HIPOCRISIA da Alerj!!! Antes não via nada? Agora quer gastar dinheiro público para fazer teatro? PORCARIA DE POLÍTICOS!!!

  3. Má. disse:

    Com aqueles vermes todos comprados?! Duvido

  4. Carmen disse:

    Isso é q é chutar cachorro morto...o ladrão tá preso agora e faltam 30 dias pra acabar o mandato da criatura...PQ NÃO FIZERAM ISSO ANTES?????

  5. Jose disse:

    Será que o processo termina antes do final do mandato???

  6. Edu disse:

    Na república da Bandidolândia, o crime e a pilantragem prosperam.

  7. Marcos disse:

    UE!?!?! Executivo e legislativo do Rio mancomunados em formação de quadrilha p/ saquear os contribuintes? NÃO ACREDITO! A grande mídia e a CF não dizem q os poderes são independentes?

    1. Promiscuidade entre Executivo e Legislativo inviabiliza a supervisão parlamentar, típica de democracias verdadeiras. Promiscuidade, apoiada pela impunidade, gera o caos político-jurídico.

    2. Ótimo ponto, Marcos! O que existe é irmandade no assalto ao contribuinte. Se houvesse independência, parlamentares teriam de renunciar a seus mandatos antes de aderir ao Executivo.

  8. Fabio disse:

    Esses babacas comia a merda de Pezão, agora querem o impeachment, deve ser para fazer sessão extraordinária para saquear os cofres da assembleia, so rem esperto...

  9. Maria disse:

    Prá que nestas alturas? Esperaram até gora?

  10. gerson disse:

    O tipo de coisa que só serve pra jogar pra plateia no quase recesso. Deveria ter sido preso faz um bom tempo e agora duvido que haja tempo pra votar o pedido.

  11. Davi disse:

    Piada, abrir impedimento no fim , é fácil...