ACESSE

Preso por suspeita de agredir mulher, diplomata é demitido

Telegram

O diplomata Renato de Ávila Viana foi demitido do cargo de primeiro-secretário do Itamaraty após ter sido preso por suspeita de agredir uma mulher em Brasília, ontem, registra a Folha.

Segundo o relato do jornal, vizinhos chamaram a polícia depois de ouvir uma mulher pedindo socorro num apartamento da Asa Norte.

A porta foi arrombada e Viana, preso em flagrante. Segundo os PMs, a mulher tinha lesões aparentes no braço.

A Associação dos Diplomatas Brasileiros divulgou nota em que diz que o diplomata “já responde por atos semelhantes anteriores” e repudiou atos de violência contra a mulher. A defesa de Viana não se manifestou.

 

Em um cenário de incerteza, você precisa de um guia. Ao invés disso, estão escondendo a verdade de você. Leia AQUI

Comentários

  • José -

    Para LUIZ, MAURO, ALT e THE☠TERROR, sugiram ao seu candidato Bolsonaro recontratar o diplomata. Vocês devem adorar bater em mulher e em homem que está à distância. Covardes, canalhas, e sacripan

  • Maglu -

    E um jumento (perdoem-me os jumentos!) desses é diplomata? Só se for dos IS! Esses caras sempre procuram a mulher certa para baterem. Se fosse meu marido, eu já era viúva há muito tempo!!!!

  • Marcos -

    A demissão foi apenas para constar e marcar posição. Mesmo que depois ele venha a ser condenado ele manterá seu cargo e seu salário. E não há o que reclamar. É a lei e não a impunidade

Ler 20 comentários