Presos que não terão mais direito a visitas íntimas

Torquato Jardim, ministro da Justiça, assinou portaria que regulamenta as visitas íntimas nas penitenciárias federais.

A visita será vedada a:

— presos considerados de alta periculosidade e/ou lideranças de organizações criminosas;

— presos que tenham praticado crime que coloque em risco sua integridade física no ambiente prisional;

— presos que estejam submetidos ao regime disciplinar diferenciado;

— presos que sejam membro de quadrilha ou bando ou estejam envolvido em incidentes de fuga, violência ou grave indisciplina.

A visita continuará sendo concedida — uma vez por mês — a presos declarados como réu colaborador ou delator premiado.

28 comentários

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.

1200

  1. A iniciativa é ótima no papel mas das duas, uma: não vai funcionar porque funcionários do presídio são vendidos aos bandidos, ou assim que os presos ficarem sabendo, vão “virar” várias cadeias brasil afora, cortar cabeças, botar fogo em tudo, etc.

  2. Por falar em visitas íntimas, dez personalidades já inscreveram-se para encontros com Lula para quando o ex-presidente estiver na prisão: Dilma Rousseff, Benedita da Silva, Cilia Flores (esposa de Maduro) Leci Brandão, Ana de Hollanda, Sônia (ex-Laerte) Alcione, Fábio Assunção, Luiza Erundina e o travesti Rogéria (sósia da falecida Marisa Letícia)

  3. É bom e é ruim. Acontecem mais de 60 mil estupros por ano nas prisões americanas. No Brasil, não achei estatísticas. Prisão no Brasil não é punição. É a depravação do indivíduo para o mal da sociedade

  4. Viva, é um começo…
    .
    Além de todas as restrições acima, acrescetaria: teria de ser réu primário e ter cumprido um terço da pena sem incidentes.
    .
    Agora falta prisão pérpétua, fim da progressão de pena para reincidentes, cumprimento de todas as penas somadas e não apenas a maior, separação de primários e reincidentes, lei dos três crimes (o terceiro recebe apenamento máximo) e eliminação do inacreditável bolsa bandido.

  5. Visita íntima é o c@r@!o. Tem é que trabalhar e ficar trancafiado. Tá de sacanagem?!?!? Vamos passar a tratar bandido como bandido p0rr@…
    É por isso que o Bolsonaro não precisa nem fazer campanha.

  6. Vamos ver até quando essas regras vão valer, acho que não dura um ano.
    Os bandidos da ORCRIM continuam sendo privilegiados.
    Não sou robõ, sou roubado, não sou deflexe sou lesado (coxa colada).

  7. TORQUATO, está ERRADO.
    você criará um antro de GEYS por ‘ambientação’, visto que está negando visitas íntimas até a presos normais (não perigosos) que tem suas Esposas lá fora. Faça isto –

    01 vez por mês para Todos os presos (para aliviar e assim evitar abusos homo.. dentro da prisão), MENOS para os que forem considerados de facções (ou líderes criminosos. E para Delatores e similares, que a visita íntima seja quinzenal.