Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Pressão de Bolsonaro levou PF a antecipar em 4 meses mudança no Rio

Pressão de Bolsonaro levou PF a antecipar em 4 meses mudança no Rio
(Brasília - DF, 13/08/2019) Integrantes do Conselho Nacional de Comandantes-Gerais das Polícias Militares e Corpos de Bombeiros Militares. Foto: Carolina Antunes/PR

Por pressão de Jair Bolsonaro, a direção da PF teve que antecipar em quatro meses a troca de comando da superintendência da instituição no Rio, diz O Globo.

Segundo o jornal carioca, pelo cronograma que vinha sendo acertado entre a diretoria-geral e o delegado Ricardo Saadi, ele deixaria o comando da PF no Rio só em dezembro ou janeiro.

A interferência de Bolsonaro na questão irritou a cúpula da PF e boa parte dos delegados que acompanham de perto os desdobramentos do caso. “Qual o motivo da antecipação dessa troca de comando agora?”, disse a O Globo um interlocutor de Saadi.

A contragosto, a direção-geral da PF concordou em antecipar a saída do superintendente no Rio, mas se opôs duramente à tentativa do presidente de emplacar Alexandre Saraiva na vaga. Bolsonaro acabou recuando.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO