Prevendo "caos social", Bolsonaro pede informações sobre contingente de militares às Forças Armadas

Prevendo “caos social”, Bolsonaro pede informações sobre contingente de militares às Forças Armadas
Foto: Marcos Corrêa/PR

Jair Bolsonaro afirmou há pouco que pediu informações às Forças Armadas para saber se o país teria um contingente de militares suficiente para conter “distúrbios sociais”, em caso de agravamento da crise por conta da pandemia do novo coronavírus.

“Não fico feliz em conceder auxílios, gostaria que não fosse preciso, mas é para evitar um mal maior. Temo problemas sociais gravíssimos no Brasil, converso com as nossas Forças Armadas… Se eclodir isso pelo Brasil, o que vamos fazer? Temos efetivo para conter a quantidade de problemas que podemos ter? E outra. É uma explosão por maldade ou por necessidade? O que devemos fazer para evitar isso aí? Como preparar?”, afirmou o presidente.

Além disso, durante seu pronunciamento na cidade de Chapecó (SC), Bolsonaro voltou a dizer que o Exército não vai ser usado para instituir medidas de restrição de circulação de pessoas. “Nosso Exército não vai ser utilizado para se instituir lockdown”.

Leia mais: Assine a Crusoé e apoie a o jornalismo independente.
Mais notícias
TOPO