Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Prevent é condenada a pagar R$ 2 milhões a família de paciente

Aposentado Carlos Alberto Reis foi transferido para o Einstein depois de receber kit-Covid em hospital da operadora; cabe recurso da decisão judicial
Prevent é condenada a pagar R$ 2 milhões a família de paciente
Foto: Robson Negrinni/O Antagonista

A Justiça de São Paulo determinou nesta semana que a Prevent Senior deposite R$ 1,92 milhão em juízo para o pagamento do tratamento do aposentado Carlos Alberto Reis, de 61 anos, informa o G1.

Segundo sua família, Reis recebeu o kit-Covid após ser internado em uma unidade hospitalar da operadora de saúde na capital paulista e não receber o atendimento adequado contra a doença. Cabe recurso da operadora contra a decisão, que é liminar.

Na ocasião, o aposentado foi transferido, por opção da família, para o Albert Einstein, pois o hospital privado era o único com UTI disponível na época, março de 2021. Ele teve alta após dois meses de internação.

A decisão do juiz Guilherme Santini Teodoro, da 30ª Vara Cível, foi assinada na segunda (27), mas publicada nesta quarta (29), e determina que a Prevent Senior deposite em juízo os quase R$ 2 milhões em até cinco dias.

Em sua sentença, o juiz disse ver “elementos indicativos de falha em atendimento médico-hospitalar” por parte da operadora, que deu ao paciente “medicamentos comprovadamente ineficazes [contra a Covid], como ivermectina e hidroxicloroquina”, quando ele já estava com insuficiência respiratória.

“Aplicou-se kit-Covid e não se providenciou internação em UTI, recomendada pelo grave estado do paciente, inicialmente atendido em enfermaria [do hospital Sancta Maggiore] e depois, por intervenção de médico de confiança da família, em semi-UTI”, escreveu o magistrado.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO