Previdência: STF libera propaganda do governo

Telegram

Cármen Lúcia autorizou o governo federal a voltar a veicular publicidade sobre a reforma da Previdência.

“A suspensão da campanha publicitária institucional levada a efeito pelo governo federal sobre a reforma da Previdência, especialmente quando os debates do parlamento já foram há muito iniciados, importa risco de grave lesão à ordem pública administrativa, por subtrair da Administração Pública os meios necessários para divulgação da proposta de reforma, sua motivação e repercussões”, decidiu a presidente do STF.