Previdência: “Tem que dar um tiro só”

O economista Paulo Tafner, um dos autores de proposta de reforma da Previdência entregue ao novo governo, defende que Jair Bolsonaro use seu empenho para aprovar uma única reforma para mudar o sistema previdenciário.

“Se não conseguir avançar em nada, é melhor aprovar a reforma que está aí”, disse ele ao Estadão.

“O que não tenho aceitado bem é a ideia de fazer essa reforma e depois fazer outra. Tem que dar um tiro só”, acrescentou.

A grande imprensa está atrasada no episódio do convite de Bolsonaro a Moro... Imagine o que ela está deixando de revelar para VOCÊ LEIA AQUI

Comentários temporariamente fechados.

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.

  1. REVOLTADO disse:

    Nem sempre "um tiro só" é certeiro! O timing político tem sua própria lógica!

Ler comentários
  1. Marcelo disse:

    Concordo plenamente com essa posição.

  2. Goreba disse:

    Três pontos devem fazer parte da REFORMA: 1) Fixar idade mínima para aposentadoria (igual para todos); 2) Reduzir ou extinguir a PENSÃO por morte; 3) Público e Privado IGUAIS.

    1. Tudo isso está previsto na Reforma Temer, apenas exclui as forças armadas, que tem um regime diferenciado e seria proposto em separado.

  3. joao disse:

    tenho satisfação em dizer que fui aluno de pAULO TAFNER. ESPERO QUE ELE TENHA colocado no pacote as viúvas de militares.

  4. Marcos disse:

    há problemas políticos a serem equacionados, ficar num quarto tocando punheta sonhando com um harém é fácil, fazer filho na preta ou na loira gostosa é outra coisa, tem pensão depois...

  5. Douglas disse:

    Também não gosto da ideia de metade agora e o resto depois, fica me parecendo uma excelente desculpa para ano que vem não aprovar nada.

  6. Hudson disse:

    Bolsonaro e sua turma já estão roendo a corda e pulando no colo do funcionalismo abastado.Não fizeram nada para impedir a manobra no senado,e estão queremdo aprovar reforma sem mudança constituci

  7. Rômulo disse:

    A reforma que está aí é todos trabalhando para aposentar meia dúzia a cinquenta mil por mês. Não fiz campanha para bolsonaro para isso. Mas todos com os mesmos critérios.

  8. Presidente-XVII disse:

    Ué? Não é assim. Nada de uma vez passa, no Brasil. Tem que ser devagar e sempre.

  9. Antonio disse:

    Esquece esse negocio de tiro; já ouvi esse bordão lá pelo ano de 1989 e vejam a merda que deu.

  10. Vlad disse:

    Uma guerra é vencida uma batalha por vez.

  11. Murilo disse:

    Somente uma reforma que iguale TODOS é justa. O resto é manter privilégios tirando o couro do trabalhador privado. Bolsonaro, não jogue fora seu prestígio !

  12. daniel disse:

    Concordo com ele. Não vejo motivo para retrabalho.

  13. Ronaldo disse:

    Tambem acho que deveria fazer uma unica reforma da previdencia que venha resolver o problema pelo menos 30 anos pra frente, pense bem Bolsonaro, ano que vem faz uma boa reforma, seria ideal.

  14. Roberto disse:

    O problema é que o congresso esta acostumado a votar de acordo com a propina ou boquinha recebida... e agora acabou...

  15. Capitalista disse:

    Não tem não ! No modelo policial americano, o bandido leva tiro até terminar a munição ! :D

  16. Maria disse:

    Pois é, e nada de tirar privilégios da corja.