ACESSE

Prima de Serra também fez transação com operador do tucano

Telegram

As principais provas oferecidas pelo Ministério Público Federal contra José Serra na semana passada são as transações entre uma empresa no exterior em nome da filha do senador, Verônica, e José Amaro Pinto Ramos, apontado como operador financeiro do tucano.

Fabio Serapião, na Crusoé, diz que dados de outra investigação, relacionada à refinaria de Pasadena, mostram que a empresa Hexagon, de Pinto Ramos, realizou transações com uma empresa de uma prima de Serra.

“Trata-se de Vicencia Talan, que aparece nos documentos enviados pela Espanha para a investigação sobre Pasadena como presidente da offshore Iberbrás Integración. Entre os anos de 2007 e 2008, em valores atualizados, a Iberbrás repassou 3,2 milhões de reais para uma conta na suíça em nome da Hexagon Techinal Co.”

Leia AQUI a reportagem.

Leia mais: A guinada de Bolsonaro para ficar no poder

Comentários

  • Cirval -

    A bicada parece forte. Do tamanho do bico do tucano.

  • Paulo -

    ELE SÓ TEM CARA DE BOBO...MUITO CARA DE PAU...

  • Cris -

    Como assim, Passadena? Explique o que o Serra tem a ver com a ruivinha do PT?

Ler 26 comentários