Primeiro Flávio; depois, Chico Rodrigues

Primeiro Flávio; depois, Chico Rodrigues
Comissão de Relações Exteriores e Defesa Nacional (CRE) realiza sabatina de indicado para exercer o cargo de diretor-geral da Agência Brasileira de Inteligência (Abin). Em pronunciamento, à bancada, senador Flávio Bolsonaro (PSL-RJ). Foto: Marcos Oliveira/Agência Senado

O pedido de cassação de Flávio Bolsonaro — protocolado pelo PSOL em fevereiro no Conselho de Ética — deve ser analisado antes do caso envolvendo Chico Rodrigues, o senador flagrado com dinheiro entre as nádegas.

O presidente do colegiado, Jayme Campos (DEM-MT), disse ao Globo:

“Tem que ser pela ordem, uai. Como é que entra uma representação ou uma denúncia contra um cidadão há três, quatro meses, e agora entra uma outra e já vai passar na frente? Tem que julgar na ordem cronológica.”

A tramitação dos processos no Conselho de Ética deve demorar já que os trabalhos no colegiado, segundo Jayme, só serão retomados após a volta das sessões presenciais.

Leia mais: Se você quer por à prova o discurso oficial de que "aqui não tem corrupção", eis sua chance
Mais notícias
Comentários
Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 42 comentários
TOPO