As prioridades de Meirelles como secretário de Doria

Henrique Meirelles contou à Folha por que aceitou o convite de João Doria para ser secretário da Fazenda no futuro governo do tucano em São Paulo.

“O meu foco, quando entro no serviço público, é cumprir uma determinada missão. Não é meramente ocupar um cargo. Eu não entraria no Banco Central para ser mais um presidente dele na história. Sou uma pessoa que se dedica ao trabalho em si, e não ao cargo. Naquela época, era estabilizar a economia e a partir daí criar as condições para o crescimento.

A economia brasileira saiu de uma situação de quase colapso, voltou a crescer, mas ainda agora está em uma fase de consolidar o crescimento e transformá-lo em um crescimento sustentável. Uma grande parte desse crescimento vai se dar em São Paulo. Neste momento, julguei que um cargo de secretário seria extremamente relevante na consolidação do processo de crescimento da economia brasileira.”

O ex-ministro da Fazenda e ex-presidente do Banco Central também apontou suas diretrizes e prioridades para o estado.

“Antes de mais nada, um aumento de receita, sem aumento da carga tributária, mas trabalhando com foco na eficiência do sistema de arrecadação. Foco no aperfeiçoamento da máquina da gestão pública e, portanto, das despesas, assegurar uma trajetória sustentável das contas públicas de São Paulo. Em segundo lugar, privatizações e concessões. Temos que equacionar essa questão da Sabesp (Companhia de Saneamento Básico do Estado), saber qual é o problema, e concretizar o processo de capitalização da Sabesp. Iniciei o processo da Eletrobras, tem características similares.”

Operação Lava Toga: a chance de limpar o Judiciário. SAIBA MAIS

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem;
Tempo de publicação: 4 minutos

200

  1. Brasileiros., vai aqui, um aviso….a todos, especialmente aos paulistas., CUIDADO COM O DÓRIA., ele pegou vários comunistas, e socialistas e colocou no seu staff….portanto olho no olho… ai tem.

Ler mais 18 comentários
  1. Brasileiros., vai aqui, um aviso….a todos, especialmente aos paulistas., CUIDADO COM O DÓRIA., ele pegou vários comunistas, e socialistas e colocou no seu staff….portanto olho no olho… ai tem.

  2. Mais um fantoche milionário para estender o tapete do oportunista Dória em SP. De olho em 2022, pensando primeiro nos interesses deles e – de passagem – ‘consertar São Paulo’. Outro enganador!

  3. E viva o Meirelles.Com sua capacidade técnica e financeira do conhecimento de todos, num gesto a favor do Brasil, aceitou ser secretário em São Paulo.Um homem que já deu as cartas em alto nível n

  4. Meirelles, candidato humilhado na eleição presidencial, mostra grandeza e compromisso ao aceitar ser um simples secretário estadual, embora se trate do estado mais importante da federação.

  5. Esse GAJO tem que explicar direitinho por que TORROU 70.000.000,00 SETENTA MILHÕES DE REAIS já sabendo que não teria a mínima chance de ganhar a eleição? Heim????????????????????????????????????

    1. Cala-te peteba invejoso, inveja se volta contra você sabia??? O Meirelles é maravilhoso salvou a economia do Brasil sabia??? Foi Presidente do Banco de Boston, este currículo não é para qualquer

  6. Ele tem de explicar como se deu o DESAPARECIMENTO do processo dele na junção BBoston-Itaú do CARF! Bilhões não foram pagos à Receita Federal na transação! É isso que ele quer controlar?

    1. Então só esses tipos podem fazer coisas assim e ainda tem apoio e parceria de eleitos. Por que Meirelles não volta pra Goiás e conserta seu estado de origem, de orgias e enriquecimento fácil?