ACESSE

Prisão domiciliar com férias no Caribe

Telegram

Acir Gurgacz, que cumpre pena em regime aberto e dá expediente no Congresso, recebeu autorização da Justiça do Distrito Federal para passar férias num resort em Aruba, no Caribe.

A medida também teve parecer favorável do MP-DF, e a viagem, que deve ocorrer de 17 de julho a 3 de agosto, suspenderá temporariamente a execução da pena aplicada a Gurgacz durante o período em que ele estiver fora do país.

O senador do PDT de Rondônia foi condenado, em 2018, a 4 anos e 6 meses de prisão por crimes contra o sistema financeiro.

De acordo com a denúncia, Gurgacz teria obtido mediante fraude um financiamento no Banco da Amazônia e se apropriado de R$ 525 mil.

Clique AQUI para ler a íntegra da decisão da Justiça do DF.

Especial: os desdobramentos e as motivações do roubo e vazamento das mensagens atribuídas a Moro e aos procuradores da Lava Jato. LEIA AQUI

Comentários

  • Paulo -

    ESSA JUSTIÇA, DEPOIS SE FALA EM DEMONIOCRACIA, SINCERAMENTE, E INUTIL, NAO TEM JEITO, ESTAMOS PERDIDOS COM ESSA GENTE.

  • Luiz -

    Absurdo. Acho melhor esquecer esta de ser honesto. Preso com permissão para férias em Aruba. Acho que vou pingar o colírio alucinógeno...

  • Sérgio -

    Isto é que é Abuso de Poder!

Ler 96 comentários