Prisão domiciliar para Paulo Preto

A Segunda Turma do STF retomou hoje o julgamento do agravo da PGR contra a decisão de Gilmar Mendes de conceder habeas corpus ao ex-diretor da Dersa Paulo Preto, apontado como operador do PSDB.

O colegiado determinou que o ex-diretor da Dersa cumpra prisão domiciliar. Prevaleceu, segundo o site Jota, o chamado “voto médio” de Ricardo Lewandowski: manter Paulo Preto em liberdade, mas com medidas cautelares mais duras.

Comentários

  • Aderval -

    Háháhá, este STF do Gilmar é hilário. O Paulo Preto não é causo do Bretas. Bretas é quem Gilmar quer exilar, cremar, extinguir. Gilmar não tolera quem trabalha certinho

  • Mendes -

    O Laxante é um terror......hay que tener "Karácter".

  • KaduPR -

    O projeto de venezuelização do Brasil começa pelo Poder Judiciário, mais especificamente pela 2ª Turma do $TF e pelo T$E.

Ler 20 comentários