ACESSE

Prisão em 2ª instância seria "maior avanço contra a corrupção", diz Dallagnol

Telegram

Deltan Dallagnol, na entrevista a Josias de Souza (leia mais aqui), voltou a defender a aprovação da PEC da prisão após condenação em segunda instância.

“Quando se torna menor a probabilidade de punição de pessoas que praticam crimes, isso gera um ambiente mais favorável para a prática de corrupção”, disse Deltan.

“Eu focaria especialmente na prisão em segunda instância. […] Talvez o maior avanço neste ano contra a corrupção seria a aprovação dessa PEC”, prosseguiu.

“Sem a prisão em segunda instância, nós não só não alcançaremos justiça em relação aos corruptos como a gente cria um ambiente desfavorável para a celebração de acordos de colaboração premiada.”

Leia mais: O combate à corrupção parece estar sob ameaça mais uma vez no Brasil. Clique aqui para ler na íntegra

Comentários

  • Ruy -

    Justiça se faz com prisão já na 1ª instância. O resto é enganação de nosso minúsculo stf aliado á ricos escritórios de advocacia pagos com o dinheiro roubado do povo por seus clientes.

  • Rosa -

  • Joe -

    Acredito que as 10 medidas são igualmente importantes, mas quem não tem cão, caça com gato.

Ler 24 comentários