Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Problema técnico em processador do TSE causou lentidão nos resultados, diz Barroso

Problema técnico em processador do TSE causou lentidão nos resultados, diz Barroso
Foto: Roberto Jayme/ASCOM/TSE

Luís Roberto Barroso afirmou há pouco que a lentidão para a divulgação dos resultados das eleições foi causada por um problema técnico no “supercomputador” que soma os votos, não pelo ataque sofrido pelo site do tribunal registrado pela manhã.

“Houve um atraso na totalização dos resultados por força de um problema técnico. Foi o seguinte: um dos núcleos de processadores do supercomputador falhou e foi preciso repará-lo. Essa é a razão técnica pela qual ocorreu atraso.”

Segundo Barroso, “não faz o menor sentido” colocar dúvida sobre o resultado das eleições por causa da lentidão.

“Os TREs, com grande eficiência, encaminharam as informações e os dados para o TSE. Não houve nenhum problema nos TREs. O problema que ocorreu deu-se exclusivamente no TSE, problema técnico de hardware. Os dados chegaram para a totalização e apenas o processo de somar as mais de 400 mil seções que enviaram o material é que ficou extremamente lento porque um dos processadores sofreu um problema técnico.”

O presidente do TSE enfatizou que o site do tribunal não é o único a sofrer ataques, e citou vários exemplos, como o “da Nasa”. Barroso reafirmou que não houve ataque que implicasse vazamento e que o “ataque distribuído de negação de acessos”, quando ocorrem milhares de pedidos de acesso ao mesmo tempo, para derrubar o site, foi proveniente de Portugal, Nova Zelândia, Estados Unidos e do próprio Brasil, segundo a PF.

Barroso ainda disse que a centralização da contagem de votos no TSE pode ter causado a instabilidade na divulgação dos resultados. Antes, a totalização dos votos de cada estado era feito pelos Tribunais Regionais Estaduais.

“Não foi uma decisão minha. Tomei posse em maio, e a decisão é anterior. Não tive simpatia por essa decisão, mas ela havia sido estabelecida. Muito possivelmente, por ser uma novidade, pode ser a origem da instabilidade que enfrentamos.”

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO