Julgamento do caso do Power Point no CNMP será à tarde

O CNMP deixou para esta tarde o julgamento do processo contra Deltan Dallagnol por causa da da apresentação de Power Point que mostrou Lula como chefe da organização criminosa que atuava na Petrobras.

O vice-procurador-geral da República, Humberto Jacques de Medeiros, disse agora pela manhã que daria preferência aos casos disciplinares, e ainda não foi aberto processo nesse caso – o conselho vai analisar pedido da defesa de Lula para abertura de um processo disciplinar.

Jacques disse também que há 33 pedidos de sustentação oral na pauta de hoje e é improvável que dê tempo de julgar tudo. Ou seja, pode ser que o caso seja adiado mais uma vez, embora o relator, conselheiro Marcelo Weitzel Rabello de Souza, tenha pedido preferência.

Na sessão desta manhã, foram chamados a julgamento três processos disciplinares contra promotores de MPs estaduais.

No caso do Power Point, Lula acusa Deltan de parcialidade. A apresentação, dizem os advogados do petista, mostrou o ex-presidente como culpado “perante toda a sociedade” antes de ele ser julgado, violando seu direito de defesa.

Os advogados de Lula também dizem que o Power Point foi mostrado a jornalistas para ilustrar o caso do tríplex, em que não havia acusação de organização criminosa. Isso estava sendo investigado no STF e o caso foi depois arquivado.

No caso do tríplex, Lula foi condenado por corrupção e lavagem de dinheiro.

Leia mais: Moro exclusivo: 'O senhor das moscas'
Mais notícias
Comentários
Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 81 comentários
TOPO