ACESSE

Procurador da AGU diz que pedido de auxílio-moradia foi 'provocação'

Telegram

Carlos André Studart Pereira, procurador da AGU, afirmou ao site Poder 360 que seu pedido de auxílio-moradia foi uma “provocação”, que ele julgava que não seria aceita pela Justiça.

Studart Pereira também disse que em nenhum momento questionou o auxílio recebido por Marcelo Bretas e sua mulher, a também juíza Simone Bretas.

“Apenas fiz uma consulta, notadamente porque o valor correspondente a esse benefício não estava no campo apropriado (verbas indenizatórias) no Portal da Transparência. Infelizmente essa mera consulta foi ‘vazada’, o que já é uma deslealdade comigo. Mas já foi…”, escreveu o procurador da AGU.

Comentários

  • tadeu -

    todos sãos iguais perante a lei, segundo a constituição. é preciso, portanto, estender essa vantagem pecuniária a todos os brasileiros que ainda não a têm. ou, então, o poder judiciário, e o legislativo, que usufruem de tal benesse, mudem a constituição e expressem em emenda constitucional que no Brasil, a exemplo da Índia anterior à sua atual constituição, prevalece o sistema de castas.

  • Lucas -

    O procurador federal Carlos André Studart Pereira foi REPROVADO várias vezes no concurso para juiz federal. JAMAIS conseguiu ser aprovado para juiz federal. Ohhhh vontade de ser juiz federal. Está explicado o seu rancor….. É UM BOBO OTÁRIO MESMO. ESSE É O PADRÃO DA AGU

  • Cutelo -

    Fora Auxilio-Moradia, honorários AGU e quintos servidores.

Ler 15 comentários