Procurador defende prorrogação da Lava Jato: “Não trabalhamos com outra hipótese”

Procurador defende prorrogação da Lava Jato: “Não trabalhamos com outra hipótese”
Foto: Reprodução/Assofepar

O procurador Alessandro Oliveira, coordenador da Lava Jato em Curitiba, afirmou em entrevista ao SBT que não trabalha com outra possibilidade senão a prorrogação da força-tarefa.

“Nós não trabalhamos com outra hipótese que não a prorrogação dos trabalhos porque existe muito a se fazer ainda”, disse.

“Não é possível dar continuidade aos trabalhos que já existem, muito menos ao que ainda está por ser descoberto, está por ser aprofundado, com apenas um ofício ordinário de membro do Ministério Público”.

Alessandro disse ainda que se a Lava Jato não for prorrogada, os casos das mais de 70 fases cairiam apenas sobre ele e “mais três servidores”.

“Nós estaríamos diante de um cenário absolutamente caótico.”

Em setembro, a força-tarefa solicitou a prorrogação dos trabalhos por um ano. Augusto Aras, porém, autorizou somente quatro meses.

Leia mais: Assine a Crusoé e apoie a o jornalismo independente.
Mais notícias
TOPO